Coisas

plantas

Há coisas que talvez não possamos segurar,

Há coisas que às vezes não podemos compreender,

Há coisas que nos são imensamente caras

E há aquelas que nos são fundamentais!

 

 

 

Há coisas que por mais que queiramos

Não podemos e nem conseguimos ter.

Há  coisas que por mais fortes que sejam

Temos que abrir mão, deixar passar…

 

 

 

Há coisas que desejo e quero muito

E outras que não mais me permito.

Há coisas que não mais me passam pela mente…

 

 

 

Há coisas que há anos lutei por elas,

E outras que hoje sou capaz de tudo…

E há aquelas que não conseguimos segurar…

Coisas da Noite, 1997:7.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s