O APAGÃO

apagão

Cheguei a minha casa, cansado de um plantão agitado na UTI e, após o lanche, sentamo-nos na sala de televisão, minha sogra, minha esposa, meu filho e eu. Eu tentava ver no Fantástico a notícia do falso padre que comandava um negócio de venda de órgãos no México, minha sogra me contava sobre sua casa na infância, minha esposa me falava de uma receita do prato que faria no almoço e meu filho lia na Época a história do apagão pela falta de energia elétrica.

– Vão cortar a luz em horários diferentes – dizia ele.

– Meu pai canalizava a água em bambu e enchia as caixas d’água – dizia minha sogra.

– Tem que botar muito peixe – minha esposa.

O padre queria vender um rim na porta da igreja.

– Talvez parem as aulas à noite.

– Do lado do vale onde corria água ele plantava Copo-de-leite.

– Dois copos de leite e tempero a gosto.

Reunia pobres e oferecia um negócio da China.

– Mas a economia não vai ser o que precisa. Vai ficar no escuro.

– Era tudo muito florido, mas muito pobre.

– Assa em forno quente.

Os repórteres estavam na porta da igreja disfarçados.

– Vai precisar desligar tudo, televisão, internet…

– A gente era muito pobre, mas era feliz.

– Um tempo muito grande para assar.

Eu acho que estou com anemia, pensei. A próxima notícia vai falar do sangue que está faltando em São Paulo.

– Nos cruzamentos vão precisar de muitos guardas.

– Meu pai pescava perto de casa. Pro almoço. Trazia sempre muito peixe.

– Não vai dar certo, esse tempo todo de forno. Sei não!

O padre saiu correndo da polícia. Desapareceu.

– O contingente do exército vai ter que ser mobilizado.

– Os Copos-de-leite eram lindos.

– Só se trocar o peixe por carne…

Vou desmaiar, pensei.

Não foi dessa vez que pegaram o padre.

Eu estava estupefato! Tentei recordar o que ouvira e fiquei preocupado: – A polícia ia prender o pai da minha sogra que causou o apagão na Chica ou no México? Os Copos-de-leite inundaram os bambus que sustentavam os fios causando curto circuito resultando em um forno quente? O sangue dos pobres não corria no bambu que enchia os Copos-de-leite no escuro? A situação estava negra ou iria ficar muito quente?

Olhei para a televisão e vi o fim dos dinossauros que ocorreu na época da infância da minha sogra, por causa do apagão, estragando o leite que não corria no bambu, faltando sangue nos pobres bichos. Lá na China. Ou seria no México?

Anúncios

2 comentários em “O APAGÃO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s